Escrevo – Igor nELson

Escrevo

Escrevo, pois é a única coisa que tenho.
E também, esta escrita, a vida me há de levar.
Não é ódio nem intriga nem desdenho
É que nesta vida está difícil respirar.

Pobre ser que não se conhece.
Pobre coisa inexistente.

Escrevo, pois não sei o que sou.
Tudo que fui parece que mal soou.
Não sei que sou, que hei de fazer?
Ser somente, uma capa de meu Ser.

Tudo o que sou, não sou.
O que não sou, nunca serei.
Sou senão algo que nunca alcançarei.

– Igor nELson

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *