6 – A nossa vida é uma árvore

O Sol disse-me que a nossa vida é numa árvore assim como é em mim.

Enquanto olhava um galho velho que encontrei no campo, contemplava o meu passado, o meu presente e o meu futuro. Meu … mas não tanto só meu… O de todos nós e de toda a árvore e tudo.

Cada ramificação uma nova ideia, apta para ser seguida, ou não. Cada ramo velho, partido, seco, esquecido, uma ideia que falhou, uma concretização que foi aniquilada pelas circunstâncias do meio. Cada ausência de nó, a não concretização de ideias em algo palpável. E, por fim, mas como sempre mais importante: cada ramo verde o nosso presente as nossas concretizações pessoais a serem manifestadas no momento atual e que no futuro se podem tornar a fonte de novas ideias e nossa estrutura na vida.

Os arbustos têm muitas ramificações, mas crescem pouco. As pessoas com muitos projetos não se concentram em nenhum para fazer dele seu tronco principal e a partir de aí crescer suportando o resto da estrutura. É isto mau? Não… existem muitos arbustos magníficos. Mas serão sempre diferentes de árvores.

Estas árvores, mais altas, são pessoas objetivas que sabem onde vão e não se importam em perder algo a curto prazo para atingirem as suas metas no futuro. Para serem as fontes de oxigénio que permitem a vida do planeta. Árvores que representam imagens a seguir para muitas outras, para aquelas que aspiram chegar ao topo.

Ambas estas árvores são isso mesmo: diferentes abordagens da vida se manifestar (de ser). Mas, as árvores que melhor sustentam a vida são as intermédias: árvores de fruto. Árvores que não são pequenas nem baixas o suficiente para alimentarem a pequenez demasiada, árvores não tão grandes que sirvam para ser não mais do que o pulmão e a imagem das outras. Árvores em balanço. Árvores que para lá de serem pulmão são também a comida. E que a decomposição dos seus frutos alimentará a toda a vida e será num momento, uma nova árvore por si só.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *